domingo, 8 de junho de 2014

Não sofro mais...

Intro:
 Enquanto apagava alguns post's no blog antigo, cheguei à conclusão que não queria apagar os meus "segredos", porque foram uma parte de mim em algum momento da minha vida e porque sei que serão parte de alguém em algum momento da vida deles.. Para que percebam que não estão sozinhos neste mundo louco do amor...

Voltas e voltas que não entendo e que me confundem, atitudes que me magoam e me fazem sentir perdida, caminhos que se abrem para se fecharem logo a seguir...
Ensinaram-me que somos responsáveis por tudo aquilo que cativamos mas parece que se esqueceram de ensinar isso aos outros.
Há mentes que escapam à minha compreensão, atitudes que não entram nos meus padrões de normalidade, coisas que não consigo descodificar.. nunca entendi, talvez nunca entenda o motivo de certas pessoas aparecerem nas nossas vidas, revirarem tudo e depois partirem outra vez, com a mesma leveza com que entraram sem sequer perceberem os danos que causaram.
Não sei se as podemos acusar de alguma coisa, não acredito que o façam por mal, mas dói quando alteram o nosso mundo inteiro e depois dizem "não posso, desculpa", como se as desculpas curassem o vazio que fica quando elas vão embora, como se as desculpas nos fizessem esquecer o seu toque e o seu beijo, como se as desculpas evitassem as lágrimas que choramos durante noites seguidas... se não sabias, eu digo-te, as desculpas não evitam nada, a dor fica cá à mesma e o sentimento de vazio permanece.
Dizer a outra pessoa que gostamos dela tornou-se banal, dizem-nos que gostam de nós sem perceber o impacto que isso causa cá dentro, não quero ouvir frases feitas, quero ouvir verdades incontestáveis que não se alterem de um dia para o outro, não quero alguém que nunca falhe e que nunca tenha medo, quero apenas alguém que saiba enfrentar os próprios medos e tenha coragem de me dizer na cara todos os motivos que o levam ou não a partir.. "não gosto de ti", "gosto mas não o suficiente", "não tenho saudades tuas quando estou longe de ti", há frases que doem sim, mas que precisam de serem ditas, a verdade completa é melhor do que meia verdade ou meia mentira "gosto de ti mas tenho medo", "gosto de ti mas não tenho tempo", "gosto de ti mas não te ia conseguir dar tudo o que mereces".. verdade? mentira? talvez metade de ambas, mas estas são frases que enganam, que alimentam sentimentos e eu estou farta destas frases, já disse e repito, quero verdades incontestáveis, farta de sussurros ao ouvido com “gosto de ti” e depois de mensagens “ah e tal não pode ser”, farta que o meu mundo esteja todo revirado por quem não sabe qual o papel que quer ocupar, se de amor, se de amigo, cansada destas indecisões, decide-te caramba, decide-te e diz-me a verdade nos olhos porque sabes que mais? “não sofro mais, não tenho tempo.”

13 de Dezembro de 2007

Sem comentários:

Enviar um comentário